• LP CLINIC Cascais

Gengivite: como evitá-la e tratá-la

Atualizado: Set 3




Se as suas gengivas incharem ocasionalmente e se tornarem sensíveis ou sangrarem quando você escova e usa fio dentário, você pode ter gengivite. No entanto, você não está sozinho.


O que é gengivite?

As gengivas saudáveis ​​são rosa pálido, firmes e ajustam-se firmemente às gengivas. Se você tiver gengivite, suas gengivas podem ficar vermelho escuro, inchadas e sensíveis. Elas podem sangrar facilmente quando você está a escovar ou ao passar fio dentáriol, e você pode sofrer de mau hálito e retracção gengival.

Embora a gengivite seja uma doença comum, é preciso ser levada a sério. Se não for tratada, a gengivite pode levar a uma doença gengival chamada Periodontite. A Periodontite pode se espalhar para os tecidos e ossos sob as gengivas e levar à perda de dentes.


Fatores de risco associados à gengivite

Se você quer saber como tratar e evitar a gengivite, é melhor conhecer primeiro alguns dos fatores de risco associados à doença. Os seguintes fatores podem aumentar seu risco:


  • Fumar

  • Maus hábitos de higiene bucal

  • Boca seca

  • Má nutrição, incluindo uma deficiência de vitamina C.

  • Alterações hormonais, como as relacionadas aos ciclos menstruais e gravidez.

  • Genética

  • Tomar certos medicamentos para convulsões e hipertensão

  • Dentes tortos que são difíceis de limpar

  • Condições que afetam seu sistema imunológico, como HIV ou tratamento contra o cancro


Possíveis complicações da gengivite

Se você desenvolver gengivite e não procurar tratamento, pode levar à periodontite, uma infecção grave da gengiva que destrói o osso e os tecidos moles que sustentam os dentes. Novas pesquisas também sugerem que a  periodontite pode ter um papel  em outros problemas de saúde, incluindo alguns tipos de cancro, doença de Alzheimer, doenças cardíacas e doenças respiratórias.


Como prevenir a gengivite

Agora que entende mais sobre a gengivite, alguns dos seus fatores de risco comuns e complicações que podem resultar dela, você provavelmente está interessado em saber como evitá-la. Felizmente, não é difícil prevenir a gengivite seguindo estas dicas:


Mantenha uma boa higiene oral.  Uma boa higiene oral é uma das melhores maneiras de prevenir a gengivite. Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia durante dois minutos. Idealmente, deve escovar uma vez pela manhã e outra antes de dormir. Se possível, considere escovar após cada refeição. Além disso, deve usar fio dentário pelo menos uma vez por dia para ajudar a limpar as partículas de alimentos e bactérias entre os dentes.

Visitas ao dentista regulares.  Além de manter bons hábitos de higiene oral, também deve consultar seu dentista para limpezas regulares. Para a maioria das pessoas, limpezas regulares podem ocorrer a cada seis meses. No entanto, se você tiver alguns dos fatores de risco associados ao desenvolvimento de gengivite, pode ser necessário visitar o dentista com mais frequência.

Siga hábitos de saúde adequados.  Uma maneira final de ajudar a prevenir a gengivite é seguir hábitos de saúde adequados. Isso inclui  comer alimentos saudáveis  e reduzir ao máximo a ingestão de açúcar.


Como tratar a gengivite

Se você desenvolver gengivite, existem diferentes opções que pode usar em casa ou no consultório para tratá-la. Como o objetivo é tratar a infecção, o seu dentista provavelmente precisará examinar o que é afetado para criar um plano de tratamento adequado para você seguir. Algumas das opções de tratamento em casa que o seu dentista pode recomendar incluem o seguinte:


Pasta dentífrica anti-bacteriana.  A pasta de dentes anti-bacteriana é boa para combater a gengivite porque continua a combater a placa bacteriana mesmo depois de terminar a escovagem.

Colutório oral anti-bacteriano.  Juntamente com a pasta de dentes antibacteriana, o seu dentista pode recomendar o uso de um colutório oral anti-bacteriano que pode eliminar as bactérias da placa nos locais de difícil acesso.

Escovar os dentes com mais eficácia.  O seu dentista pode informá-lo sobre como escovar de maneira mais eficaz, incluindo a trocar para uma escova de dentes elétrica (caso seja necessário) e a atenção especial à linha da gengiva quando estiver a escovar, pois é nesse local que ocorre o acúmulo de bactérias na placa.


Além desses tratamentos em casa, o seu dentista poderá aconselhar outros tratamentos adicionais no consultório para controlar sua gengivite:


Raspagem / Alisamentos Radiculares  O seu dentista usará instrumentos especiais para fazer uma limpeza mais profunda que fica abaixo da linha da gengiva.

Gel antibiótico.  Um gel antibiótico é espalhado nas suas gengivas após uma limpeza profunda para ajudar a controlar a infecção.

Colutório antimicrobiano com receita médica.  O seu dentista pode prescrever um colutório oral antimicrobiano que você pode usar como parte de sua rotina diária.


A Gengivite é uma doença silênciosa que leva a problemas mais graves no futuro. Enquanto que durante a fase de Gengivite a situação pode ser revertida, a partir do momento que a infecção se propaga para as zonas mais profundas (osso e tecidos gengivais) torna-se muito mais difícil o controlo desta infecção.

24 visualizações
MORADA

R. Pinheiros 192B 2750-606 Cascais

HORÁRIOS

2ª a 6ª das 10h às 19h

Sábados das 9h às 18h

ESTACIONAMENTO

Estacionamento é gratuíto em redor da clínica

TELEFONES

(+351) 218 287 636 | (+351) 931 803 555

SIGA-NOS
  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram