Irão os meus Implantes durar? Valerá a pena o custo?



Os pacientes que sofreram perdas dentárias são confrontados com várias opções quando se trata de substituir dentição perdida. As opções mais comuns disponíveis hoje são implantes dentários, pontes e próteses removíveis. No entanto,de todas as opções disponíveis, os implantes dentários são, de longe, a solução mais confortável, segura e estética.

O que torna o Implante diferente de tudo o resto?

Os implantes dentários são considerados, de longe, a melhor opção restaurativa para perda dentária disponível hoje. Os implantes fornecem aos pacientes uma substituição dentária que é realista e duradoura. A estrutura em titânio sofre uma integração no osso do paciente promovendo uma união muito forte, proporcionando integridade estrutural ao implante. A maior variável é a qualidade do próprio implante dentário. Com tantos "clones" mais baratos no mercado, é difícil para o paciente entender que eles têm uma escolha quanto à qualidade do implante que lhes irá ser colocado.

Eles são considerados a opção de substituição dentária mais confortável e funcional tendo em conta que parecem, sentem e funcionam, tipicamente entre 75 e 90%, como dentes naturais.

Existem vários factores que afectam a longevidade dos implantes dentários. Esses incluem:

O paciente tem de ser um bom candidato para a colocação de implantes Para que os implantes durem, é necessário um suporte adequado. O paciente deve, portanto, ter osso adequado para suportar o implante. Os pacientes que sofreram alguma perda óssea, além de perder dentes, devem, portanto, ser submetidos a uma avaliação cuidadosa pelo Implantolgista para determinar se cumprem com os requisitos para a cirurgia de Implantes. Nos casos em que os pacientes não possuem osso suficiente para suportar implantes, a regeneração óssea deve ser usada como tratamento coadjuvante ao tratamento com Implantes, sendo feito no mesmo acto cirúrgico ou em actos cirúrgicos separados.

Doenças Gengivais As condições que contribuem para a perda de dentes, como a cárie dentária ou a doença periodontal, também podem levar à falência do implante dentário. Os pacientes devem, portanto, estar atentos à sua higiene oral após e antes de serem submetidos a uma cirurgia de implante.

Desgaste Dentário

Condições tais como aperto ou ranger de dentes (bruxismo) também podem colocar um stress indevido sobre os implantes e causar falhas. Felizmente, novos materiais protéticos apresentam uma maior durabilidade mesmo quando submetidos a este tipo de cargas não normais.

Estilo de vida Vários fatores relacionados com o estilo de vida, como fumar, hábitos alcóolicos e diabetes descontrolada, também afectam a longevidade dos implantes dentários. O cuidado adequado dos implantes dentários pode exigir algumas mudanças menores no seu estilo de vida.

Os implantes podem durar décadas quando devidamente vigiados. Estudos de pesquisa na década de 1990 mostram implantes unitários com longevidades de pelo menos 10 anos em mais de 95% dos pacientes. Os mesmos resultados foram demonstrados em inúmeros estudos para reabilitações totais com implantes.

#DrPedroPimenta #DraCatarinaLeonardo #SinusLift #Saúde #TécnicadeEscovagem #ImplanteDentário #Nutrição #DoençaPeriodontal #DicasdeSaude #FacetaDentária #MauHálito #DentisteriaEstética #Noticias #ContornoGengival #Endodontia #Allon4 #SaúdeOral #ClinicaDentária #Invisalign #CirurgiaDentária #BranqueamentoDentário #BlogdaClínica #AparelhoDentário

0 visualização
Morada

R. Pinheiros 192B 2750-606 Cascais

Horários

2ª a 6ª das 10h às 19h

Sábados das 9h às 18h

Telefones

(+351) 218 287 636 | (+351) 931 803 555

Estacionamento

Estacionamento é gratuíto em redor da clínica

Deseja mais informações?
  • Facebook
  • Instagram